Ganhar torneios de videojogos em direto

Escusado será dizer que, para esperar ganhar torneios de eSports ao vivo, deve ter talento num jogo mediático como: Counter-Strike, StarCraft 2, DotA, Fifa, Lol ou, evidentemente, Fortnite. Ainda que algumas editoras organizem os seus próprios torneios, os torneios internacionais independentes como o WorldCup Fortnite também são bons spots.

Jogador independente?

Se encontrarmos torneios onde podemos participar de forma individual, ou torneios independentes de FIFA, CS ou Street Fighter, esta atividade será pontual e os custos envolvidos devem ser tidos em consideração. Estes torneios começam geralmente por uma seleção online difícil; se for selecionado, vai ter que ir ao local do jogo às suas custas. Os ganhos nem sempre são enormes: alguns milhares de euros para o primeiro, mas depois poucos outros lugares recebem dinheiro.
Por outro lado, fazer-se notar num destes torneios é talvez um dos melhores meios para se tornar num jogador pro. Mas não demore muito, depois dos 30 os reflexos diminuem.

Tornar-se jogador pro

Para se tornar num jogador pro, é preciso treinar e atrair uma equipa ou um patrocinador. Se for mesmo bom num jogo mediático, isso vem por si. A verdadeira questão é saber se vale a pena investir na aventura, já que passar o seu tempo a jogar videojogos pode hipotecar o seu futuro pois a reconversão para outro trabalho não é fácil.

Quanto ganha um jogador profissional

É preciso distinguir os jogadores profissionais asiáticos, americanos e europeus. Os jogadores pro asiáticos, os gosu na Coreia do Sul, são verdadeiras estrelas. Neste país, os jogos são transmitidos na TV e seguidos por milhões de telespectadores - Já em 2010, um jogador de Starcraft 2 da equipa KeSPA anunciou ganhar 250.000$ por ano assim. Os jogadores americanos beneficiam do tamanho do seu país-continente para organizar torneios enormes, e no país dos negócios, os jogadores profissionais são mimados.
Desde 2017, os ganhos dos jogadores profissionais subiram em flecha. Em 2019, a Epic Games distribuiu um recorde de 100 milhões de dólares na sua época de competição. Estes torneios, depois daqueles já muito dotados de DOTA 2, são um ponto de viragem para os jogadores de videojogos realmente profissionais.

Uma fonte de receitas que não pode ser negligenciada é ao streaming. Muitas equipas ou jogadores recebem receitas vindas da publicidade publicada no Twitch ou Mixer que são proporcionais ao número de visualizações. Da mesma forma, sendo popular, é possível ganhar dinheiro com um site ou a fazer vídeos.

Ao tornarem-se célebres pelas suas performances, alguns streamers ganham muito graças aos seus patrocinadores ao fazer publicidade para os seus produtos.

E depois desta carreira?

Existem muito poucos jogadores pro com mais de 30 anos. Ser jogador profissional é desgastante e a cada ano os concorrentes aumentam. De qualquer forma, não se pode ser jogador profissional de videojogos toda a vida. As carreiras que se seguem naturalmente são organizador de eventos, comentador, webmaster, treinador de equipas de eSports... profissões bastante precárias.
Mas, desde que seja conhecido, uma carreira de streamer parece ser uma boa alternativa.

Exemplo de uma reconversão inesperada e bem-sucedida

Como jogar videojogos exige concentração, reflexos e antecipação, o Elky passou de jogador profissional de Starcraft a jogador profissional de Poker. A escolha da carreira foi muito simples: é possível ganhar 2 vezes mais por dia no poker do que numa final de eSports. E ele provou-o, já que ganhou milhões em torneios de poker internacionais sob a bandeira da Pokerstars.

Essa é a direção certa?

Finalmente, para se tornar um jogador profissional, precisa de passar a maior parte do tempo a treinar e encontrar algum tempo para entrar em contacto com os patrocinadores ou ser notado. Também é preciso fazer vídeos e, porque não, ter um site.
O resultado não é nada garantido. Pode ser finalmente que, para os melhores de entre vós, o mais simples seja apostar nos seus jogos.

É algo a ver.

Tem outras ideias ou comentários?

Partilhe esta página com os seus amigos:

Contacto : lok(@)comparinggenie.com

Facebook Twitter